NG Elétrica

Impostos cobrados na conta de luz

light-bulb-503881_640O verão possui duas características muito próprias: calor e chuvas em excesso. Nos últimos dias as chuvas (que também são resultado do calor excessivo) tem causado estragos em várias cidades do Brasil, inclusive provocando a morte de muitas pessoas. O calor, esse nosso velho conhecido, provoca uma correria as lojas em busca de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado e, desse jeito, já sabemos, o consumo aumenta e o valor da conta vai “lá para cima”.

O que muitos de nós, a maioria na verdade, não sabe ou nem imagina, a quantidade de impostos embutidos em nossas contas. Pois bem, se você é parte dessa maioria, então sente-se para poder acompanhar a lista abaixo…

  • CCC é a Conta de Consumo de Combustíveis que subsidia a geração térmica, principalmente nas regiões onde os sistemas ainda são isolados.
  • RGR é a Reserva Global de Reversão, que é usada para indenizar ativos vinculados à concessão e incentivar a expansão do setor elétrico.
  • TFSEE é a Taxa de Fiscalização de Serviços de Energia Elétrica, que tem a finalidade de gerar recursos para o funcionamento da Aneel.
  • CDE é a Conta de Desenvolvimento Energético, é usada para o desenvolvimento energético a partir das fontes alternativas, promoção da universalização do serviço de energia e subsidio as tarifas da subclasse residencial, que são as tarifas de baixa renda.
  • ESS são os Encargos de Serviços do Sistema, são empregados para subsidiar a manutenção da confiabilidade e estabilidade do Sistema Elétrico Interligado Nacional.
  • PROINFA é o Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica, também está incluso como encargo setorial, é responsável por subsidiar as fontes alternativas de energia.
  • P&D é a Pesquisa e Desenvolvimento em Eficiência Energética, promove pesquisas científicas e tecnológicas relacionadas à eletricidade e ao uso sustentável dos recursos naturais.
  • CFURH é a Compensação Financeira pelo Uso de Recursos Hídricos, é usado para compensar financeiramente o uso da água e terras produtivas para fins de geração de energia elétrica. Uma parte do dinheiro da tarifa é usada para pagar royalties de Itaipu de acordo com o Tratado Brasil/Paraguai.
  • ONS que é o Operador Nacional do Sistema, que tem a função de manter o sistema elétrico em operação.

Fonte: Mundo da Elétrica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *