Aterramento elétrico eficiente


  1. Opte por hastes de 2,5m (feitas de aço e revestidas de cobre com comprimentos de 1,5 a 4,0m), pois estas conseguem diminuir o risco de que dutos dutos subterrâneos sejam atingidos na hora de sua instalação;

  2. O valor da resistência deve ser abaixo 5 Ω (ohms), para fábricas o valor pode ser até 10 Ω;

  3. Em caso de tomadas de 3 polos, o fio terra deverá ser ligado no terceiro fio da mesma;

  4. Cada circuito deve possuir o seu fio terra que será, então, conectado as tomadas;

  5. Os sistemas de eletrodos mais utilizados são: malhas, cabos, chapas e hastes, em qualquer um deles são sempre feitos de cobre;

  6. A bitola do fio terra pode apresentar a metade da dimensão do fio fase.

A importância de um projeto é fundamental, como já dissemos, para se ter um sistema de aterramento elétrico eficiente e seguro se faz necessário a instalação de um Dispositivo Diferencial Residual (DR). Com a norma NBR 5410 e algumas dessas orientações, o uso adequado dos disjuntores trará mais segurança para sua instalação.

1 visualização