Automação versus mecanização


Automação versus mecanização

Na indústria alimentícia, uma fábrica de biscoitos, por exemplo, não é difícil para profissionais experimentados na área de montagem e manutenção, a construção de uma tubulação para o transporte de farinha através de tubos que a conduzirão até batedeiras para que sejam misturadas a outros ingredientes das diversas linhas de biscoito. Isso é mecanização. O trabalho de automação vai além, ou seja, é via automação que um sistema inteligente consegue avaliar se itens como: a quantidade, a velocidade e o intervalo entre um envio e outro. Em resumo, toda a parte de análise e “tomada de decisão” dos processos, fica sob a responsabilidade da automação. Já a alguns anos a automação está diretamente relacionada ao uso de sistemas CLP (Controladores Lógicos Programáveis) que nada mais são que programas de computador capazes de controlar o funcionamento das máquinas em processos simples ou complexos de produção industrial. Por fim, a mecanização pode até funcionar sem a automação, mas é claro que tudo ficará muito mais interessante quando há a presença da segunda. Fonte: Sala da Automação.

1 visualização