• André Habib

Conheça os diferentes tipos de base para lâmpada


Os tipos de base

Os modelos de base são a baioneta, pino e o rosca, onde cada um desses tem uma diferença em tamanhos, que correspondem a muitos soquetes. As bases do tipo pino têm dois pinos alinhados para poderem encaixar em orifícios no soquete. Bases do tipo rosca são constituídas por meio de uma única rosca de metal, sendo apertada num soquete específico, como os que normalmente temos em casa. Já as bases do tipo baioneta têm uma base metálica com até dois pinos lateralmente. O soquete para esse tipo tem canais que guiam os pinos no que a lâmpada é pressionada. Torcendo a lâmpada, os pinos vão travar, onde não se pode retirá-la puxando-a apenas.

Uso

No caso das bases do tipo rosca, elas são mais usadas em lâmpadas incandescentes, mas os modelos atuais de lâmpadas fluorescentes compactas usam essa base também. Já a lâmpada fluorescente mais antiga, como as de halogêneo e as usadas em iluminação profissional, tem como base tipo pino. As com base tipo baioneta só são comuns em aplicações de baixa potência ou voltagem e em equipamentos eletrônicos.

Tamanhos

Os tamanhos variam por tipo de base, onde as do tipo rosca mais comuns são as médias. As bases pequenas são ligeiramente menores e podem ser usadas em utensílios domésticos. As bases do tipo rosca candelabro são menores ainda, usadas mais para decoração. A base maior do tipo rosca é chamada de gigante, usadas em aplicações industriais.

0 visualização