• André Habib

Dicas de instalação para a iluminação industrial


Qual tipo de instalação escolher nos casos mais comuns

No caso de um local onde não tenha máquinas altas ou porta-pallets, por exemplo, o ideal é fazer a instalação de luminárias no teto, de forma simétrica, para ter um melhor nível de iluminação e também de uniformidade, com mais economia de energia. Mas se o pé-direito for superior a oito metros, as luminárias que podem ser utilizadas são do tipo pendente circular, com lâmpada de descarga de alta pressão. Já se for inferior a oito metros, as luminárias do tipo calha com lâmpadas fluorescentes são bem indicadas por não gerarem calor excessivo no ambiente de trabalho, sem contar que melhoram a uniformidade, se comparadas às lâmpadas de alta potência instaladas em pé-direito baixo. No caso dos porta-pallets existem duas situações que precisam ser analisadas: a iluminação do piso e dos porta-pallets verticalmente, pois se eles estão próximos, tipo corredor, sendo o ideal instalar luminárias do tipo calha para lâmpadas fluorescentes, no meio do corredor. Mas se os pallets não estiverem próximos, podem ser usados projetores com lâmpadas de descarga de alta pressão, desde que instaladas nas laterais do galpão. Assim terá uma iluminação bem uniforme no piso e com iluminação vertical nos porta-pallets, gerando mais economia de energia. Se o local precisar de iluminação pontual, no caso de bancadas de inspeção, os equipamentos podem ser mesclados e de diferentes tipos. Isso porque o nível de iluminação exigido por normas nesses lugares é muito superior ao nível exigido no piso. Essas são formas de obter a garantia de uma boa iluminação e dentro das normas vigentes, oferecendo mais conforto aos operadores e com mais economia de energia.

0 visualização