top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Economizar energia: você sabe como?


Diferentemente do que se pensava há um tempo, economizar energia não quer dizer não usa-la. Economizar tem muito mais a ver com o uso consciente que com radicalismos extremos. Evitar acender luzes quando se tem luz do dia, por exemplo, é uma coisa que já muda na conta de luz no fim do mês; mas isso não significa que caso esteja trabalhando e ficou nublado você não pode acender a luz só porque é dia. É preciso pensar nas coisas e então tirar o melhor proveito daquilo que se usa. Há algumas “receitas” básicas e que todo mundo sabe, como não deixar luzes acesas sem necessidade, evitar banhos longos no chuveiro elétrico, acumular roupa para passar e ligar o ferro uma vez só, evitar deixar aparelhos em stand by ou ligados na tomada quando não estiver em uso. Todas essas são sim medidas úteis e eficientes, mas tem muito mais por trás da economia de energia que muitas vezes não lembramos – ou até mesmo não sabemos – e que devem ser levadas em consideração para conseguir economizar no fim do mês. Além disso, é importante levar em conta o que se está colocando dentro de casa. Verificar a faixa de eficiência energética dos eletrodomésticos e também o que diz respeito às lâmpadas que são usadas. Saber a duração de cada uma e o quanto de energia elétrica elas usam para funcionar faz toda a diferença na conta do fim do mês. Lâmpadas mais potentes gastam muito mais energia elétrica, assim buscar por uma alternativa que ilumine tanto quanto mas que seja econômicas como as de LED ou fluorescentes, embora possuam um investimento inicial mais alto compensa no fim das contas. Vale a pena pesquisar para encontrar as melhores alternativas e assim tirar melhor proveito do que existe de mais tecnológico em materiais elétricos para economizar. Fonte: Imagem

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page