top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Relé – O que é e quais os tipos


Talvez em algum momento você tenha ficado curioso em saber como acontece o controle de temperatura em uma câmara frigorífica ou o controle de tempo para desligamento em algum equipamento dotado desse recurso. Pois bem, “nos bastidores” dessas funções está um dispositivo conhecido como relé. A função dos relés é realizar modificações súbitas, porém predeterminadas em um ou mais circuitos de saída. O funcionamento de um relé pode ser considerado como bem simples, ou seja, basta que uma corrente elétrica passe pela bobina, para que um campo eletromagnético seja gerado, atraindo assim uma série de contatos que fecham ou abrem circuitos. Por sua vez, a ausência de corrente elétrica interrompe esse mesmo campo, fazendo com que os contatos voltem para as suas posições originais.

Tipos de relés

Basicamente os tipos de relés são 3:

  1. Eletromecânicos (primeira geração);

  2. Estado sólido (segunda geração) e;

  3. Digitais (terceira geração);

Embora a tarefa principal do relé seja ligar ou desligar um circuito, por causa de outros componentes que fazem com que os relés executem determinadas funções, podemos classifica-los também por função, sendo:

  1. Temporizadores: usados com frequência em quadros de comando,  lâmpadas e eletrônicos com programação para desligamento;

  2. Térmicos: podem ser usados em qualquer ambiente onde haja a necessidade de controle de temperatura, tais como: chocadeiras, sistemas de ar condicionado, ventilação, incubadoras, frigoríficos, aquários, etc;

  3. De proteção: funcionam com base nas correntes elétricas para ligar ou desligar dispositivos.

Dependendo da utilização, os relés podem ser ainda abertos, fechados ou selados. Os fechados são protegidos por uma capa plástica e recomendados para para locais onde possam ficar expostos a umidade ou sujeira. Os selados são recomendados para ambientes submersos.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page