top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Tipos de um disjuntor residencial básico


São poucos os tipos de um disjuntor básico utilizados em instalações residenciais, tradicionalmente. Embora eles funcionem diferentemente entre si, são empregados de forma a atender à mesma função um do outro. Existem três tipos deles: o disjuntor magnético, o disjuntor termomagnético e o disjuntor térmico.


Os disjuntores tem como função, interromper o fluxo de eletricidade que existe entre um lugar que quando o circuito específico fica sobrecarregado e a fonte de energia. Isso impede o superaquecimento e também que a fiação derreta. – Características Um disjuntor magnético usa o eletromagnetismo ao interromper um circuito. Já um disjuntor termomagnético usa dois métodos para fazer a interrupção de um circuito, enquanto que um disjuntor térmico usa o calor para fazer a interrupção do circuito. – Funcionamento Um disjuntor magnético é equipado com o eletroímã, que vai se tornando cada vez mais forte ao aumentar o fluxo de eletricidade. Isso acontece porque o ímã ativa o interruptor de corte ao entrar muita energia no circuito. E no caso do disjuntor térmico, ele emprega tiras metálicas que se curvam, ativando assim um interruptor de corte ao elevar muito as temperaturas. – As peças As peças são pouco comuns em cada um dos tipos existentes no mercado para disjuntor residencial. O fato é que todos eles exigem um interruptor e também uma chapa de contato condutiva, que ativa o interruptor ao receber a eletricidade. Esses são os tipos de um disjuntor residencial básico existentes e oferecidos pelo mercado. Lembre-se de contratar ajuda profissional sempre que for preciso trocar seu disjuntor para não ocorrer o risco de acidentes, pois mesmo tendo um conhecimento teórico você corre grande perigo tentando mexer com a parte elétrica. O bom é que já sabe que há tipos diferentes de um disjuntor residencial e pode escolher o melhor. Fonte: Imagem

60 visualizações0 comentário
bottom of page