• André Habib

Empresas de celulose crescem e batem recordes


ramo de papel e celulose comemoram a alta nos negócios e o melhor trimestre da história nesse setor. A tendência acreditam que seja melhorar ainda mais esse ano, superando expectativas. Até setembro, a produção de celulose chegou a 11,1 milhões de toneladas e a de papel 862 mil toneladas, ambas em alta em comparação com o ano passado. Economicamente falando, muito disso se deve à alta do dólar, que inclusive deve contribuir para os lucros do quarto trimestre, aumentando a competitividade com o produto importado, valorizando o nacional, abrindo mais espaço para que cresça o volume de vendas e eventuais reajustes de preços. Outro ponto importante nesse crescimento, foi a contenção de despesas e foco no negócio. Isso, somado ao fato de que as indústrias nacionais estão operando com tecnologia de ponta e automação de processos, permite que a produção possa ser aumentada e assim podendo competir de igual para igual com a indústria estrangeira. Esta, por sinal, é uma tendência das indústrias que pretendem aumentar o seu potencial produtivo, atingir maiores lucros e alta nas ações. Fonte: Imagem

0 visualização