Evitando acidentes com curto circuito


Número excessivo de equipamentos numa mesma tomada

Infelizmente uma cena comum em nosso cotidiano, seja em residências ou ambientes de trabalho, é a quantidade de equipamentos ligados a uma mesma tomada. Pior que isso, por causa da troca de padrão das tomadas, somam-se as mesmas, uma variedade de adaptadores que podem vir a aumentar o risco de queima de fios e cabos e, pior, provocar incêndios capazes de colocar vidas em risco.

Instalações clandestinas

Popularmente conhecidas como “gatos”, as instalações clandestinas são comuns em qualquer cidade do Brasil. Quando dizemos “clandestina”, significa instalações ligadas diretamente aos fios/cabos elétricos dos postes nas ruas. Pior que não entregar energia de forma completa e com qualidade, os “gatos” podem causar danos a todas as residências que estejam conectadas a mesma rede.

Cabos em condições ruins

Condições ruins significa o mesmo que descobertos ou com a isolação em más condições. Encontrado cabos nessas situações, substitua-os imediatamente, uma vez que os mesmos são fortes candidatos a provocar acidentes graves capazes de facilmente provocar a morte de quem venha a sofrê-los.

Problemas com fusíveis e disjuntores

Percebeu que fusíveis e disjuntores estão desarmando ou queimando constantemente? A nossa sugestão é a contratação de um eletricista capaz de identificar quais equipamentos com cargas acima do limite de corrente (amperagem), possam estar ligados a rede. Tome cuidado de não substituir deliberadamente fusíveis e disjuntores para outros de maior capacidade, uma vez que essa ação pode vir a provocar curtos circuitos ou mesmo incêndios. Fonte: Voltimun

3 visualizações