• André Habib

Saiba como funciona um solenoide


Funcionamento de um solenoide

A bobina de fio no formato de um espiral em volta de um pistão é chamada de solenoide. Da maneira que acontece com todos os eletroímãs, o campo magnético é criado quando a corrente elétrica passa pelo fio. Mas eles têm vantagens em relação aos imãs permanentes, afinal, podem ser ligados desligados através da aplicação de uma corrente, fazendo-os úteis como interruptores e como válvulas, sendo totalmente automatizados. Assim como em todos os ímãs, o campo magnético do solenoide ativo possui um polo positivo e outro negativo, atraindo ou repelindo materiais sensíveis aos ímãs. Dessa maneira, o campo magnético faz mover o pistão para trás e para frente para que o movimento seja criado pela bobina do tipo solenoide.

Funcionamento da válvula solenoide

Em uma válvula de atuação direta, a corrente elétrica vai ativar o solenoide, puxando em turnos um êmbolo ou pistão que teria que bloquear o fluído ou fluxo de ar. Em algumas válvulas, como as usadas para automação industrial, o campo eletromagnético não agirá diretamente para abrir o condutor. Já em válvulas operadas pelo piloto, o solenoide move o êmbolo, de forma a criar uma pequena abertura, assim a pressão que vai passar por lá é que opera a vedação da válvula. Em todos os casos, um fluxo de corrente elétrica permanente é preciso, pois o campo magnético se dispersa, assim que a corrente é interrompida, e a válvula retorna na sua posição de fechamento original. Fonte: Imagem

0 visualização