top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Dos LEDs aos OLEDs…


É verdade que o termo LED (Light Emiting Diodo ou, em português: diodo emissor de luz já é bem conhecido de muitos de nós, isso por causa das famosas lâmpadas de LED que por ocasião de suas vantagens (tais como: vida útil, fluxo de luminosidade, consumo de energia, preservação do meio ambiente, etc.) em relação a lâmpada fluorescente, conquistam cada vez mais o gosto do consumidor. Se você quer saber mais sobre o LED, fique a vontade para ler os dois artigos abaixo aqui mesmo em nosso blog. A história por trás do LEDConheça a lâmpada de LED, a queridinha do momento. Todos sabemos o quanto a tecnologia é sinônimo de velocidade e, por isso, mal tivemos tempo para entender realmente sobre o LED, e uma nova tecnologia surge com um nome muito parecido que é: OLED. OLED é o acrônimo para Organic Light Emiting Diodo ou, simplesmente, diodo emissor de luz orgânico. Orgânicos são os componentes usados pela OLED para melhorar ainda mais a capacidade de iluminação do LED e a prova disso que em componentes eletrônicos (podemos considerar as TVs como o melhor exemplo), por exemplo, as imagens são geradas com muito mais definição e luminosidade que os seus concorrentes LCD e e plasma. Além de gerar melhores resultados em termos de luminosidade, o OLED ainda consomem menos energia, são mais finos e não usam os metais prejudiciais ao meio ambiente como outras tecnologias atuais. Um OLED é formado por seis camadas de 500 nanometros cada, o que significa uma espessura 100 (cem) vezes mais fina que um fio de cabelo humano. Talvez essa seja a primeira vez que você esteja lendo sobre os OLED, mas a verdade é que eles já são de muita importância na produção de TVs, monitores de computador, tanto Desktops quanto notebooks. Como trabalham sem filtros, podem transmitir níveis de preto profundo, além de, em ambientes de pouca luminosidade, são capazes de produzir mais contraste que o LCD, mesmo que esse use lâmpadas de cátodos fluorescentes frios ou um filtro LED. Por serem muito finos, planos e leves, acabam se tornando muito atrativos e oferecem aos designers de luminárias, variadas possibilidades de design. imagem

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page