Os principais tipos de LED


  1. Qualidade de luz “confortável”;

  2. Baixa emissão de calor;

  3. Não emissão de raios ultravioleta e infravermelho;

  4. No caso das lâmpadas, facilidade de troca das incandescentes pelas de LED por possuírem o mesmo tipo de base;

  5. Economia de energia de até 80% em relação as lâmpadas incandescentes;

  6. Maior durabilidade em comparação aos outros tipos de lâmpadas;

  7. Fácil reciclagem e/ou descarte por não possuírem chumbo ou mercúrio.

O LED é composto por cristais de silício e e germânio que, assim que recebem energia, passam a emitir luz visível a olho nu. O LED possui polaridade, com um terminal negativo com nome de Catodo e um positivo com nome de Anodo. A parte mais importante de um LED é o chip semicondutor de cerca de 0,5mm que é o responsável pela emissão de luz. Agora que conhecemos um pouco mais sobre o LED, vamos ver a seguir quais são os principais tipos dos mesmos.

LEDs Comuns

Nesse tipo a luz é dispersa, espalhada e distribuída em seu encapsulamento que geralmente é de plástico e opaco com o objetivo de produzir uma luz difusa, embora, ainda assim, existam pontos de luz mais fraca e outros de luz mais forte.

LEDs de alto brilho

Também com encapsulamento de plástico transparente, possui luz mais focada, direcional e, claro, como o próprio nome diz, com brilho mais intenso que o dos LEDs difusos.

Fitas de LED

Como o próprio nome diz, tratam-se de fitas de várias larguras e comprimentos, com LEDs muito pequenos ligados em série e que podem apresentar variações de cores e luminosidades.

LEDS SMD

Geralmente encontrados em fitas de LED e emplacas de circuito impresso, são muito pequenos e podem ser difusos, transparentes e multicores.

LEDs infravermelho

São os que emitem luz infravermelha invisível a olho nu, usadas geralmente em sensores, controles remotos e aparelhos para visão noturna.

LEDs orgânicos

Quase que de tamanho microscópicos, são usados em TVs, telas de tablets e celulares e telas flexíveis.

LEDs Bicolores

Podendo ser difusos ou transparentes, são formados de duas cores ou ainda da combinação de duas cores a fim de formar uma terceira.

LEDs tricolores

Assim como os bicolores, podem ser difusos ou transparentes e são formados pelas cores: vermelho, verde e azul. Essas cores podem ser usadas individualmente ou em forma combinada.

HPLED

Esses são os LEDs de alta potência, capazes de substituir lâmpadas e comumente usados na iluminação de ambientes, lanternas e faróis de carros. Fonte: Sala de elétrica

0 visualização