top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Tipos de transformadores (parte 2/2)


Na parte 1 do nosso artigo sobre transformadores você conheceu os seguintes tipos: de corrente, de potencial, de distribuição, de força e o elevador e abaixador de tensão. A “categorização” dos transformadores acontece também pela quantidade de bobinas, material do núcleo e número de fases. No caso dos transformadores por números de bobinas temos três situações.

  1. Apenas com uma bobina ou autotransformador;

  2. Com duas bobinas, conhecidas como primárias e secundárias e;

  3. Com três bobinas, as quais podemos facilmente deduzir com sendo: primária, secundária e terciária.

Em relação aos tipos por material do núcleo, temos o de ferro magnético, fabricados com chapas de aço laminadas (em geral de aço de silício) que conseguem diminuir as perdas por correntes parasitas e os com núcleo de ar, que possuem esse nome porque as bobinas ficam em contato direto com a atmosfera. Por fim temos os transformadores por números de fases. Nessa categoria encontramos os monofásicos, o trifásico e o polifásico. Monofásicos: usados tanto na indústria quanto em residências, servem a alimentação de circuitos de comando e para a transformação de tensão 127 em 220V e vice-versa. Trifásicos: são comumente vistos nas ruas. Estes recebem uma tensão de 13800V da subestação de distribuição e a converte para 127 ou 220V. Polifásicos: são os fornecedores de tensão para sistemas que exigem mais fases além do sistema trifásico. Até o próximo!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page