top of page
  • Foto do escritorAndré Habib

Usando eletrodutos corretamente


Assim como acontece com diversos tipos de materiais, é possível constatar muitas situações de uso incorreto de eletrodutos, material que possui inclusive a sua própria norma ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) de utilização. Informações como a que segue de que: – o eletroduto para ser instalado nas lajes ainda por concretar pode variar em bitola ou calibre, além do tipo de material. O eletroduto pode ser fabricado em PVC flexível sanfonado – tipo traqueia – reforçado, rígido roscável ou rígido simples não roscável (não aconselhado por motivo de acontecer muitos amassados e depois não ter condições na passada dos fios em seu interior), ou até de aço galvanizado – são, na maioria das vezes, completamente desconhecidas. Em relação a quantidade de cabos que podem ser passados por um eletroduto, não é preciso ser nenhum gênio para fazer um cálculo baseado no diâmetro dos mesmos, porém basear-se na norma é ainda melhor porque nela estarão todas as especificações para que o procedimento seja feito com a mais completa segurança no que diz respeito ao surgimento de problemas futuros. O eletroduto mais usado é de no mínimo (¾”), pois o de menor bitola(½”) só é usado em último caso, e mesmo assim por falta de conhecimento técnico profissional ou por questões financeiras. A norma que regulariza a utilização de eletrodutos é a NBR 5597 da ABNT. O ideal é fazer uma consulta antes, para obter melhores informações e executar o serviço dentro dos padrões legais, e é claro evitar problemas na hora de instalar a fiação geral para alimentação elétrica. Lembre-se que você deve levar em consideração a quantidade ou tipos de equipamentos que serão utilizados na rede elétrica, para se calcular a bitola ou calibre dos condutores (fios) e assim, determinar o diâmetro do eletroduto compatível para a quantidade correta de condutores em seu interior, devendo atender a alguns requisitos particulares da NBR 5597-ABNT que dizem respeito, principalmente, ao número máximo de cabos em seu interior e a quantidade máxima permitida de curvas sem a instalação de caixas de passagem.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page